saloma do blog Autos Orfãos Autodromo de Interlagos SP Fusca Club ABC Monte seu VW hot rod brasil forca livre motorsport Portal do Carro Antigo venda direta

Traduzir o Blog

3 de mar de 2010

Chevrolet Opala um carro desejado


Seu projeto demorou cerca de dois anos, sendo finalmente apresentado na abertura do VI Salão do Automóvel de São Paulo, num sábado, dia 23 de Novembro de 1968, já como linha 1969. A fórmula do Opala combinava a carroceria alemã do Opel Rekord C / Opel Commodore A, fabricado de 1966 a 1971, à mecânica norte-americana do Chevrolet Impala. E ao longo de seus 23 anos e 5 meses de produção contínua, passou por diversos aprimoramentos mecânicos e modificações estéticas, sendo fabricado na cidade paulista de São Caetano do Sul, localizada na Região Metropolitana de São Paulo, até ao dia 16 de Abril de 1992, uma quinta-feira.
Durante o período em que esteve em produção, foram oferecidas paralelamente duas opções de motores ao Opala: 4 ou 6 cilindros, tanto para as versões básicas, quanto luxuosas ou esportivas. Todos os motores usados no Opala foram derivados de motores da Chevrolet Norte-Americana.

O Opala é um veículo bastante luxuoso, e com sua mecânica extremamente confiável, ainda é, hoje, objeto de desejo de muitas pessoas, sendo um dos mais cultuados automóveis brasileiros. São inúmeras as aparições de diversos Opalas em Filmes, Novelas, Livros e Músicas.

O último exemplar do Opala foi fabricado no dia 16 de abril de 1992, quando foi produzido o Opala de número 1 milhão. A ocasião de seu encerramento, mobilizou vários entusiastas e fãs do automóvel a sair em carreata nos arredores da fábrica em São Caetano do Sul,em um buzinaço em protesto à retirada do Opala de fabricação.

Desempenho dos Modelos

Opala 2500 1969

Combustível: Gasolina
Potência máxima liquida: 80 cv a 4000 rpm
Torque máximo liquida: 16,1 kgfm a 2600 rpm
Velocidade máxima: 102,4 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 15,5 sec


Opala De Luxo 3800 1969

Combustível: Gasolina
Potência máxima bruta: 125 cv a 4000 rpm
Torque máximo bruto: 26,2 kgfm a 2400 rpm
Velocidade máxima: 176,8 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 12,5 sec


Opala SS 4100 1971

Combustível: Gasolina
Potência máxima bruta: 140 cv a 4800rpm
Potência máxima liquida 128 cv a 4400rpm
Torque máximo bruto: 29 kgfm a 2400 rpm
Torque máximo liquido 28 kgfm a 2000 rpm
Velocidade máxima: 187,1 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 11,0s


Opala SS 250-S 1976

Combustível: Gasolina
Potência máxima bruta: 171 cv
Potência máxima líquida: 153 cv a 4800 rpm
Torque máximo líquido: 29,7 kgfm a 2.400 rpm
Velocidade máxima: 206 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 9,7 sec


 Comodoro 151S 1977

Combustível: Gasolina
Potência máxima bruta: 98 cv a 4800 rpm
Potência máxima liquida: 88 cv a 4400 rpm
Torque máximo liquido: 16,7 Kgfm a 2500 rpm
Velocidade máxima: 168,9 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 13,7 sec


Diplomata 4.1/S 1986

Combustível: Álcool
Potência máxima líquida: 135,0 cv a 4.000 rpm
Torque máximo líquido: 30,1 kgfm a 2.000 rpm
Velocidade máxima: 220 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 10,6 s


Opala Diplomata 2.5 1987

Combustível: Álcool
Potência máxima líquida: 88 cv a 4000 rpm
Torque máximo líquido: 19,8 kgfm a 2500 rpm
Velocidade máxima: 172,9 km/h reais
Aceleração 0-100 km/h: 12,8 sec

Nenhum comentário:

Contato

Seu Nome :
Seu E-mail :
Assunto :
Menssagem :
Imagem (case-sensitive):

Pesquisar este blog