saloma do blog Autos Orfãos Autodromo de Interlagos SP Fusca Club ABC Monte seu VW hot rod brasil forca livre motorsport Portal do Carro Antigo venda direta

Traduzir o Blog

Arquivos do blog

4 de dez de 2009

Dragster 100% Americano

dragster norte americano
Por Ricardo Anselmo

Dragster é um tipo de veículo leve com motores extremamente potentes,  especialmente projetados para provas de arrancadas em retas com um quarto de  milha. Surgiram nos Estados Unidos na década de 1940.

As corridas de dragsters são divididas em diversas categorias dependendo da  potência e do tipo de motor, além do peso do carro, como Pro Mod, Top Fuel, Pro Stock etc. Há atualmente duas associações que congregam os competidores e organizam os eventos: a NHRA (National Hot Rod Association) e a IHRA (International Hot Rod Association), sendo a primeira a responsável por maior popularidade. As disputas ocorrem entre carros divididos em quatro categorias principais: Pro Stock Motorcycle, Pro Stock, Funny Car e Top Fuel, esta última a que abordaremos aqui por se tratar da mais "violenta" de todas e a que é considerada a categoria Top.

Os motores da categoria Top Fuel e "Funny Cars" podem utilizar combustiveis de alta combustão como nitrometano e podem alcançar até 8.000 hp de potência. Os Dragsters da categoria Top Fuel são capazes sim de alcançar mais de 515 km/h de velocidade final e percorrer cerca de 400 metros em menos de 5 segundos, por mais absurdos que estes números possa parecer para aqueles que nunca viram um
carro destes acelerando, se é que se pode chamar uma máquina destas de carro! O nitrometano é um poderoso explosivo, em que apenas uma gota é capaz de criar um buraco de razoável tamanho em um piso de concreto. Ele pertence a um grupo conhecido como nitroalcanos, que consiste em uma molécula de alcano (como metano, propano ou etano) de onde um átomo de Hidrogênio e é substituído por um grupo nitro (-NO²). O nitrometano utilizado para este fim não é 100% puro, mas reduzido a uma concentração em torno de 2%, por razões óbvias. Existem também os Jet Cars equipados com turbinas a jato oriundas de aviões de combate, mas que não têm o mesmo poder de arranque dos dragsters a nitrometano. As partes mecânicas que mais se desenvolveram nos dragsters foram os injetores de combustivel e compressores e as embreagens que devem ter grande resistência para transmitir tanta potência às rodas de forma tão abrupta.

A aceleração de 0-100 km/h é feita de forma quase instantânea, e ao cruzar a linha de chegada, a velocidade passa dos 530 km/h. é aí que o piloto tem que acionar o pára-quedas, já que o sistema de freios não é suficiente para estancar a velocidade.

Nenhum comentário:

Contato

Seu Nome :
Seu E-mail :
Assunto :
Menssagem :
Imagem (case-sensitive):

Pesquisar este blog