saloma do blog Autos Orfãos Autodromo de Interlagos SP Fusca Club ABC Monte seu VW hot rod brasil forca livre motorsport Portal do Carro Antigo venda direta

Traduzir o Blog

Arquivos do blog

6 de jan de 2010

Leilão de carros, um bom negócio

Algumas pessoas tem muitas dúvidas a respeito de se deve participar em leilões de carros (novos ou usados) feito por bancos, pelo detran ou pela receita federal. Há leilões em todo o País, aproximadamente toda época do ano. Damos nesse artigo algumas informações de como você pode ficar mais seguro comprando nesses leilões:
ford ecosport

O leilão de carros é público, portanto, podem participar pessoas físicas e jurídicas. Basta ter o dinheiro suficiente na conta O dinheiro pode ser pago em cheque ou depositado na conta corrente do leiloeiro.

Hoje em dia na maioria das vezes os leilões são divulgados pela internet em sites do governo, mas sempre são publicados no Diário Oficial do Município, com o endereção para visitação. Daí o comprador pode e deve ir até o local para verificar o estado do veículo.

Infelizmente o futuro comprador não pode ligar o veículo para verificar seu estado.. O futuro comprador pode e deve levar o mecânico para uma vistoria no carro antes de fazer a oferta. Os carros expostos têm uma numeração. É importante anotar todos os dados do veículo antes, já que no dia do leilão não é possível ver os carros.

Somente em caso de leilão online é possível comprar o carro pela internet. Depende da quantidade de lotes disponíveis no dia um leilão com 100 a 200 lotes tem uma duração duração média de quatro horas aproximadamente.

A vantagem da venda em leilão é o preço, na maioria das vezes. Os valores dos bens a venda em leilão são muito diferenciados daqueles praticados no mercado, é fácil perceber essa vantagem em se comprar bens em leilão.Na maioria das vezes os bens arrematados (veículos e materiais) são pagos à vista. Aproximadamente 60 dias úteis após o leilão os documentos do veículo são entregues. O leiloeiro é apenas um mandatário. Cabe a ele receber o documento do vendedor e repassá-lo ao comprador do carro no leilão.

Os veículos serão vendidos no estado de conservação em que se encontram, sem garantia, inclusive de débito. Todos os débitos como IPVA, multas de trânsito do ano corrente ficarão a cargo do arrematante. Os vendedores geralmente não possuem nota fiscal do motor, documentos de conversão para GNV, documentos para regularização de carrocerias ou equipamento de caminhões. Os veículos importados geralmente não possuem 4ª via de importação, numeração dos vidros pode não conferir com o chassis, vistoria por conta do comprador.

O arrematante promoverá a transferência de propriedade do veículo (carro, moto, etc) junto ao Detran com os documentos que serão entregues pelo vendedor no leilão. Todos os custos de transferência são de responsabilidade do comprador. Todas as despesas com transferências, 2ª via de documentos, impostos, taxas e multas, bem como IPVAs atrasados, também ficam por conta do arrematante.

Matéria extraída do  Portal Automotivo OpiniaoWeb Carros .

Nenhum comentário:

Contato

Seu Nome :
Seu E-mail :
Assunto :
Menssagem :
Imagem (case-sensitive):

Pesquisar este blog